1º Prêmio TJMS de Jornalismo – ComunicAÇÃO pela Igualdade de Gênero – Inscrições até 31/08/2018

21/05/2018 - 16:34 -
Print Friendly, PDF & Email
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Prêmio de Jornalismo do TJMS abordará violência contra a mulher

(TJMS, 21/05/2018 – acesse no site de origem)

Lançado oficialmente durante o Simpósio Regional Violência de Gênero, o 1º Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul terá em sua primeira edição a ComunicAÇÃO pela Igualdade de Gênero.

O concurso distribuirá R$ 30 mil em prêmios nas categorias Telejornalismo, Jornalismo Impresso, Jornalismo Online, Radiojornalismo, Fotojornalismo e Universitário. A solenidade de premiação será em novembro, durante a 11ª Semana da Justiça pela Paz em Casa.

Para participar, o profissional ou acadêmico da área de Comunicação Social deverá inscrever, no site do TJMS, trabalhos inéditos e publicados de 1º de janeiro a 31 de agosto de 2018. O edital e o regulamento do concurso, assim como a ficha de inscrição, estão disponíveis no link https://www.tjms.jus.br/premiojornalistico/.

Os trabalhos devem contemplar os seguintes temas: O fenômeno da violência contra a mulher em MS; As contribuições do feminismo na sociedade contemporânea; A participação da mulher nos espaços de poder; A persistência da violência contra a mulher, causas e efeitos.

O diretor da Secretaria de Comunicação do Tribunal de Justiça, Carlos Kuntzel, acredita que o prêmio mostrará belíssimos trabalhos de profissionais de MS como contribuição para a efetiva construção da igualdade de gênero.

“Os profissionais de Comunicação desempenham importante papel na construção de pensamento e opinião da população ao retratar a sociedade, pautar discussões e divulgar as ações desenvolvidas pela Coordenadoria da Mulher em sua luta diária, que é o combate à violência de gênero. Tenho certeza que os resultados serão excelentes”.

A juíza Jacqueline Machado, que responde pela Coordenadoria da Mulher e pela primeira Vara de Medidas Protetivas do país, lembrou a relevância da imprensa na produção de conteúdo jornalístico que contribua para a discussão, reflexões e combate a todo tipo de violência contra a mulher.

“Os profissionais de jornalismo são extremamente importantes no processo de construção da cultura de igualdade entre os gêneros e para a erradicação da violência contra as mulheres”, ressaltou a juíza.

Entre os objetivos do certame estão a produção de conteúdo jornalístico que contribua para a prevenção, o combate e a eliminação de todas as formas de manifestação de violência contra as mulheres; proteção, valorização e promoção dos direitos das mulheres; além de promover reflexões para a desconstrução da cultura de violência contra as mulheres.

Com o prêmio será possível também incentivar discussões e reflexões sobre estereótipos, masculinidades, leis, linguagem, mídia e objetificação da mulher, que reforçam a desigualdade de gênero; estimular a produção de conteúdo jornalístico que contribua para a politização da sociedade, no que se refere à construção da igualdade de gênero; e valorizar as iniciativas no jornalismo sul-mato-grossense que contribuam para o entendimento da violência de gênero como um problema estrutural das desigualdades sociais e econômicas.

Serão aceitas somente inscrições de trabalhos inéditos, veiculados no período de 1º de janeiro a 31 de agosto de 2018, em meios de comunicação reconhecidos em Mato Grosso do Sul – vedada a participação de pessoas jurídicas públicas ou privadas.

Uma comissão será designada para dirimir dúvidas e outras questões do certame, podendo, inclusive, decidir pela não outorga do prêmio a uma ou mais categorias se concluir que os trabalhos concorrentes não cumprem os requisitos do concurso.

Os trabalhos inscritos serão avaliados pela adequação ao tema proposto, linguagem, coerência editorial, originalidade, utilidade social e fontes consultadas. Os vencedores receberão prêmio em dinheiro.

Os valores serão assim distribuídos: R$ 3.500,00 para o primeiro colocado e R$ 2.000,00 para o segundo para as categorias Telejornalismo, Jornalismo impresso, Jornalismo Online, Radiojornalismo e Fotojornalismo. Os vencedores da categoria Universitário receberão R$ 1.500,00 e R$ 1.000,00, respectivamente.