Zika vírus: SP firma parceria internacional para desenvolver vacina

13/02/2017 - 12:32 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

O Instituto Butantan, da Secretaria de Saúde, irá receber e aplicar recursos em equipamentos e insumos para a produção da substância

(Gov. SP, 13/02/2017 – acesse no site de origem)

Nesta segunda-feira (13), o governador Geraldo Alckmin se reuniu com técnicos do Biomedical Advanced Research and Development Authority (BARDA), órgão do Ministério da Saúde dos Estados Unidos (HSS, na sigla em inglês), para discutir a ampliação de uma parceria internacional para o desenvolvimento da vacina contra o Zika vírus.

O encontro aconteceu na sede do governo paulista, em São Paulo, em virtude da visita do novo embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Peter Michael McKinley.

Um dos maiores centros de pesquisa biomédica do mundo, o Instituto Butantan, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, irá receber os recursos, que serão investidos em equipamentos e insumos para o desenvolvimento da vacina. O reparceria passe será feito através de acordo entre a BARDA e a Organização Mundial de Saúde para a expansão da capacidade de pesquisa e produção de vacinas no Brasil.

O Butantan assegurou o financiamento de US$ 3 milhões, dos quais US$ 1,89 milhão já foram disponibilizados, para as pesquisas de uma vacina de Zika com vírus inativado. O acordo também prevê a cooperação técnica entre os especialistas em vacinas da BARDA e os pesquisadores do Instituto.

Os pesquisadores brasileiros vêm trabalhando nos últimos meses no processo de cultura, rendimento, purificação e inativação do vírus em laboratório. Os próximos passos envolvem testes de toxicidade do produto em animais e análise de uma área industrial para a produção do imunobiológico.

Outro assunto discutido na reunião foi uma parceria para ampliar a produção da vacina contra a gripe (H7N9), dos atuais 80 milhões de doses para 250 milhões de doses.