Conar suspende propaganda de móveis com mulheres peladas: ‘Equivocada, desrespeitosa e agressiva’

12/05/2017 - 15:32 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Uma das campanhas mais polêmicas da internet dos últimos tempos foi sustada pelo Conar. As reações negativas e as críticas à marca de móveis Alezzia, com sede na Barra, resultaram em mais de uma centena de denúncias contra a série de anúncios nas redes sociais em que mulheres — peladas ou de biquíni — interagiam com mesas, pias e móveis de inox. Uma das muitas fotos mostrava uma mulher nua, de pernas cruzadas, cobrindo os seios com os braços. Embaixo, a legenda: “Beleza interior são os nossos móveis na sua casa”.

(O Globo, 12/05/2017 – Acesse o site de origem)

Segue a história

No relatório em que defende a sustação da campanha, a relatora do Conar ressalta a falta de ligação entre as imagens e os atributos do produto, e se mostra indignada: “Fiquei chocada com a total falta de tato da anunciante ao lidar com os consumidores e com o público em geral. A divulgação da marca e dos produtos me parece seguir uma estratégia de comunicação equivocada e desrespeitosa. É difícil entender qual o objetivo mercadológico de tamanha agressividade”.

E mais

Para ela, “a objetivação da mulher é desrespeitosa e seu incentivo demonstra total falta de responsabilidade do anunciante, que desconsidera valores culturais importantes. Além disso, os anúncios são ofensivos e ferem a dignidade feminina”. Seu voto pela sustação foi aceito por unanimidade.
Propaganda Alezzia
Propaganda Alezzia | Reprodução