Diálogos – Liberdade de Expressão e Diversidade de Gênero

31/08/2011 - 14:03 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

(Agência Patrícia Galvão) A diversidade étnico-racial e de gênero está refletida nos meios de comunicação de massa? Que impactos a ausência de diversidade pode ter na construção de sociedades democráticas? A diversidade e a pluralidade estão mais presentes na mídia brasileira ou, com a chegada da Internet, o setor se complexificou e os desafios se tornaram maiores? Essas e outras questões foram debatidas na terceira edição da série “Diálogos sobre Liberdade de Expressão e Diversidades”.

 

 
Assista aos vídeos de cada expositor/ debatedor

 

amadeu Sérgio Amadeu

Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. É professor da Universidade Federal do ABC. Presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da InformaçãosueliSueli Carneiro

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo e coordenadora do Geledés – Instituto da Mulher Negra. É vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos
maluMaria Luiza Heilborn

Doutora em Antropologia Social pelo Museu Nacional/UFRJ e coordenadora do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos – CLAMsandraSandra Unbehaum

Socióloga e pesquisadora. Coordena o Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagasvivarta
Veet Vivarta

Secretário Executivo da Agência de Notícias dos Direitos da Infância – ANDI


A série Diálogos sobre Liberdade de Expressão e Diversidades tem o objetivo de promover o aprofundamento do debate sobre esses temas, a partir das perspectivas de gênero, raça/etnia e orientação sexual, a fim de contribuir para uma concepção de direito à comunicação que inclua a diversidade como princípio fundamental.
Realização: Instituto Patrícia Galvão – Mídia e Direitos
Parceria: Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI), Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM),  Fundação Carlos Chagas e Geledés – Instituto da Mulher Negra
Apoio: Fundação Ford e Secretaria de Políticas para as Mulheres