ONU marca o Dia Mundial da População destacando direitos das mulheres

11/07/2017 - 14:59 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Data coincide com abertura da Cimeira sobre Planejamento Familiar, nesta terça-feira, em Londres; 225 milhões de mulheres que tentam evitar a gravidez, no mundo, utilizam métodos inseguros.

(Rádio ONU, 11/07/2017 – acesse no site de origem)

Este 11 de julho é o Dia Mundial da População. A data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU em 1990 para chamar a atenção para o tema.

O Dia Mundial da População é celebrado em parceria com governos e a sociedade civil.

Londres

Este ano, a data coincide com a abertura do Encontro de Cúpula sobre Planejamento Familiar, realizado em Londres, no Reino Unido.

A reunião é organizada pelo Departamento Britânico para Desenvolvimento Internacional, Dfid, a ONU, a Fundação Bill & Melinda Gates, e a FP2020, entre outros.

De acordo com as Nações Unidas, 225 milhões de mulheres que tentam evitar a gravidez utilizam métodos inseguros de contracepção. Muitas delas não têm acesso à informação ou a serviços em suas próprias comunidades.

A maioria das mulheres nessas condições vive nos 69 países mais pobres do mundo.

Jovens

Uma das preocupações da ONU é com grupos negligenciados como adolescentes e jovens, mulheres e meninas em crise humanitária. A proposta do encontro é reforçar uma rede de doadores que possam financiar os serviços necessários a essas mulheres.

As Nações Unidas ressaltam que o acesso ao planejamento familiar seguro e voluntário é um direito humano. Este é também um tema central para a igualdade de gêneros e a autonomia das mulheres, além de ser um fator-chave na redução da pobreza.

O encontro em Londres neste Dia Mundial da População será o segundo da Iniciativa Planejamento Familiar 2020 ou FP2020. A meta da organização é levar o planejamento familiar a mais 120 milhões de mulheres até 2020.