ESPECIAL: A invisibilidade da agenda das mulheres nas Eleições 2014

03/10/2014 - 16:17 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

A Agência Patrícia Galvão preparou uma série especial com matérias exclusivas em que especialistas avaliam como a agenda das mulheres – hoje mais da metade da população brasileira – apareceu na corrida presidencial até o primeiro turno das eleições em 2014.

As análises revelam a invisibilidade de demandas latentes captadas em levantamentos realizados pelo Instituto Patrícia Galvão em parceria com renomados institutos de pesquisa de opinião e outras organizações da sociedade civil.

Temas como o enfrentamento à violência baseada no gênero, o aumento de vagas em creches, a autonomia econômica e a representação das mulheres na política não apareceram significativamente nestas eleições, em que, paradoxalmente, três mulheres concorrem à Presidência da República – e duas delas com chances concretas de vitória – e o voto das mulheres pode definir o resultado, conforme apontaram as análises da série Gênero e Raça nas Eleições Presidenciais 2014: A força do voto de mulheres e negros, também produzidas com exclusividade pelo Instituto Patrícia Galvão em parceria com o Data Popular, a partir de dados das pesquisas Ibope e Datafolha.

Confira as matérias da série A invisibilidade da agenda das mulheres nas Eleições 2014: