Pela esquerda

26/02/2018 - 15:08 -
Print Friendly, PDF & Email
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Pré-candidata à Presidência, Manuela D’Ávila defende candidatura de Lula, mas avisa: campo não depende só dele

(UOL, 26/02/2018 – acesse a íntegra no site de origem)

Manuela D’Ávila tem 36 anos, é deputada estadual pelo PCdoB e já compôs a bancada do Rio Grande do Sul na Câmara dos Deputados por dois mandatos, entre 2007 e 2015. Em 2018, ela tem um projeto mais ambicioso: quer ser presidente da República.

O UOL recebeu a deputada gaúcha em seu estúdio nesta segunda-feira (26). Pré-candidata ao cargo mais alto do Executivo, ela falou sobre ser uma das representantes da esquerda na disputa eleitoral e reforçou a torcida para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também possa disputar o pleito. Mas sinalizou: “ele é importante, mas [a esquerda] não depende de ninguém”.

Na entrevista, Manuela também falou sobre segurança pública, um dos temas que se desenham como fundamentais para a eleição de outubro, e lembrou de sua trajetória na política. Recordou como percebeu ser vítima de machismo e admitiu que terá entre seus desafios buscar o apoio das mulheres eleitoras. “A participação política requer que ela [a mulher] esteja no ambiente público, temos que criar mecanismos para tirá-la da vida privada”, afirmou a gaúcha.