Movimentos sociais e de mulheres ocupam Casa da Mulher Brasileira no Centro de SP

29/10/2017 - 19:31 -
Print Friendly, PDF & Email
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Espaço voltado para mulheres vítima de violência, construído no Cambuci, está abandonado. Obra do governo federal deveria ter sido entregue em outubro do ano passado.

(G1/SP, 29/10/2017 – acesse aqui)

Movimentos sociais e de mulheres ocuparam a Casa da Mulher, no Centro de São Paulo, na manhã deste domingo (29). O prédio, construído no Cambuci para oferecer assistência social às mulheres vítimas de violência na cidade, está abandonado.

Movimentos sociais e de mulheres ocupam a Casa da Mulher Brasileira cobrando inauguração do espaço (Foto: Reprodução/Facebook)

Os manifestantes pedem a abertura imediata do serviço, com funcionamento integral, além da criação de um conselho gestor representado por trabalhadoras da comunidade local e do movimento feminista.

Construído com repasse do governo federal à Prefeitura, o espaço deveria ter sido entregue em outubro de 2016, mas está desativado, com mato crescendo no entorno e sem nenhuma vigilância. Uma placa no local indica que a obra custou R$ 7,6 milhões.

A Casa deveria servir de abrigo ou alojamento de passagem para mulheres que são vítimas de violência e teria cursos profissionalizantes e apoio psicológico. O local também contaria com atendimento de polícia, do Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça.