Gênero e Número | Movimento Dia de Doar – Rio de Janeiro/RJ, 02 a 06/12/2019

87
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Rio de Janeiro, 02 de dezembro – Entre 2 e 6 de dezembro, a Gênero e Número se junta ao movimento do Dia de Doar. As ações previstas pela organização de mídia que atua no levantamento de dados públicos e na produção jornalística sobre questões de gênero e raça no Brasil extrapolam o dia 03 (terça-feira), data que concentra a maior parte da mobilização pelas doações no país, e seguem ao longo da semana, nos ambientes digitais e na rua, buscando alcançar comunidades, empresas e pessoas físicas.

Junto ao público cativo leitor, sempre interessado nos dados que podem alimentar o debate sobre os desafios para se caminhar rumo à equidade de gênero, a Gênero e Número busca, ao longo destes dias, reforçar a mensagem da importância do engajamento por meio da doação. Outros públicos a serem mobilizad os s&ati lde;o os que atuam no investimento social privado e na defesa de causas com forte apelo aos valores democráticos, como a educação de qualidade para todos. “É um momento para falarmos sobre o quanto a cultura da doação pode fortalecer o ecossistema da nova mídia no Brasil, esse que não está atrelado a grandes famílias tradicionalmente ‘donas da mídia’, e para discutirmos como visibilizar temas de gênero em projetos e em investigações jornalísticas sobre desigualdades pode agregar um imenso valor à produção midiática”, afirma a diretora da Gênero e Número, Giulliana Bianconi. Ela destaca que tratar sobre gênero no jornalismo é falar sobre questões de impactam principalmente a vida das mulheres, cerca de 52% da população brasileira.

Na quinta-feira, às 16h, a GN promove um encontro virtual aberto ao público para falar sobre “Como empresas e cidadãos que doam podem fortalecer a mídia e a busca pela equidade de gênero”; Na ocasião, Bianconi entrevista Branca Vianna, diretora do Conse lho Administrativo do Instituto Serrapilheira e apresentadora do podcast Maria vai com as Outras. Para participar, basta no dia acessar o link do hangout na Sala de Encontro – Engajamento Cívico.

Antes, haverá ação promocional para o público geral, nas redes sociais, a partir da segunda-feira à tarde, nas plataformas Instagram, Twitter e Facebook. Para quem apoiar/doar para a Gênero e Número entre os dias 02 e 06 de dezembro, via plataforma digital (catarse.me/generonumero), haverá envio de livros relacionados às áreas de jornalismo de dados e de gênero e de uma visualização inédita e autoral da designer da GN, Marília Ferrari, um calendário especial de 2020.

Sobre a organização: A Gênero e Número é uma organização fundada em 2016 e dirigida por mulheres. Sediada no Rio de Janeiro, contra com estrutura de redação e equipe fixa. Publica continuamente reportagens, documentários e pesquisas nas plataformas digitais, sempre prezando pelo jornalismo sério e ancorado em fatos. O trabalho com dados é central e vis orientar as narrativas, que apontam sempre para o caminho da equ idade de gênero. O design e experiência de leitura, visando aproximar o público da linguagem de dados, é tratado com a mesma importância que a produção do conteúdo. Todos os conteúdos produzidos pela equipe da Gênero e Número estão sob a licenças Creative Commons, o que permite a livre reprodução por qualquer pessoa ou empresa interessada (desde que seja citada a fonte original). Na Gênero e Número, a diversidade é um valor central, tanto na composição da equipe quanto na produção editorial e no trabalho com os dados. Saiba mais: htt p://www. generonumero.media/.

Apoie: https://www.catarse.me/generonumero

IG: @generonumero

TW: @generonumero

FB: Gênero e Número

Para informações:

Rafaela Manhães / Lola Ferreira

[email protected]

(21) 2225-6038 / (21) 99003-7204Comunicação:
Thais Zimbwe – 21. 98341-3556

[email protected]

Compartilhar: