Sobre o Instituto PATRÍCIA GALVÃO

Com essa frase na capa de seu folheto de apresentação, o Instituto Patrícia Galvão anunciava em 2001 a criação da primeira organização feminista brasileira focada na defesa dos direitos das mulheres por meio de ações na mídia.

Uma iniciativa de cerca de 30 comunicadoras feministas de diversas regiões do país, o Instituto tem como missão contribuir para a ampliação e a qualificação do debate público sobre questões críticas que afetam o pleno acesso das mulheres a seus direitos no Brasil.

Para o Instituto, as leis, políticas públicas, serviços e ações de enfrentamento à desigualdade de gênero devem considerar as desigualdades estruturais e históricas e as diferentes condições vividas pelas mulheres brasileiras, que se combinam com outras discriminações, como o racismo, a LBTIfobia, o capacitismo; e a mídia é um espaço estratégico de incidência social e política para qualificar os debates sobre as ações e políticas voltadas à promoção da igualdade e equidade de gênero e raça/etnia e respeito à identidade de gênero e orientação sexual.

Nestas duas décadas de atuação, o Instituto Patrícia Galvão tornou-se uma referência nacional e internacional na defesa dos direitos das mulheres brasileiras em ações de comunicação e de incidência no debate público, como a realização de pesquisas de opinião, a produção de conteúdos, dossiês e sugestões de pautas para a imprensa e mídias sociais, além da promoção de eventos e campanhas para fomentar a reflexão social e demandar respostas do Estado e/ou mudanças na sociedade e na mídia.

Conheça nossas frentes de ação.

Agência Patrícia Galvão

Criada em 2009 pelo Instituto Patrícia Galvão, a Agência Patrícia Galvão produz e divulga notícias, dados e conteúdos multimídia sobre os direitos das mulheres brasileiras.

Seu objetivo principal é dar maior amplitude à cobertura jornalística, influindo no comportamento editorial sobre problemas, propostas e prioridades que atingem 51% da população do país: as mulheres.

Hoje, a internet é a principal ferramenta de busca de conteúdo de suporte editorial nas redações. Ao acessar o portal da Agência, a/o profissional de comunicação encontrará um conteúdo multimídia diversificado, preciso, confiável e atualizado na forma de dados, pesquisas, sugestões de pauta, indicação de fontes qualificadas, notícias selecionadas e artigos de opinião.

 

O que fazemos

O Instituto Patrícia Galvão é hoje uma organização feminista de referência quando o tema em pauta se refere aos direitos das mulheres. Conheça algumas frentes de ação do Instituto.

Pesquisas de opinião

Realiza pesquisas de opinião qualitativas e quantitativas sobre um determinado fenômeno ou situação crítica que atinge as mulheres na sua condição de desigualdade de gênero, para captar as percepções de mulheres e homens sobre as diversas formas de violência de gênero (violência doméstica, feminicídio, violência sexual, assédio no trabalho), direitos reprodutivos (em tempos de HIV/Aids, Zika e Covid-19) e sobre a representação e a participação das mulheres na política e na propaganda.

Produção de reportagens

Produz matérias jornalísticas, pautas, informativos semanais e publicações especiais impressas e online, disponibilizando dados e informações atualizadas e confiáveis sobre temas relevantes dos direitos das mulheres.

Dossiês especiais e plataformas online

Produz dossiês especiais, elaborados com linguagem jornalística, contendo entrevistas e análises relevantes (de especialistas de diferentes campos – operadores/as do Direito, gestoras/es, pesquisadoras/es e ativistas, entre outros), compilações e sistematizações de dados, divulgação de resultados de estudos, estatísticas sociodemográficas e pesquisas de opinião. Como exemplos: o Dossiê Violência contra as Mulheres (2015), o Dossiê Feminicídio (2016) e o Dossiê Violência Sexual (2019).

Mobiliza imprensa e comunicação

Sensibiliza e mobiliza profissionais de imprensa e da comunicação digital por meio da realização de eventos com especialistas em que são apresentados dados e informações atualizadas sobre temas e emergências trabalhados pela instituição, além de sugestões de fontes e contatos.

Eventos e Debates

Realiza eventos de debate e reflexão sobre temas críticos para as mulheres, como os Seminários Mulher e Mídia e o Seminário Internacional Cultura da Violência contra as Mulheres e os Diálogos sobre Liberdade de Expressão e Diversidades e os Diálogos entre Jornalistas e Especialistas.

Análise de cobertura jornalística

Realiza monitoramento sistemático e análise da cobertura jornalística sobre os temas em destaque na agenda de prioridades da instituição, como, por exemplo: violência contra as mulheres, mulheres na política, mulheres e trabalho, direitos sexuais e reprodutivos, racismo, lesbofobia e transfobia.

Contribui para a qualificação dos debates

Contribui para a qualificação dos debates sobre a conceituação, contextualização e características de questões relevantes dos direitos das mulheres a partir da disponibilização de dados, informações atualizadas, matérias jornalísticas e conteúdos no Portal da Agência Patrícia Galvão.

QUEM FOI Patrícia Galvão

O nome do Instituto, e também da Agência, é uma homenagem à jornalista, escritora, ativista política e cultural Patrícia Rehder Galvão, a Pagu (1910-1962), que defendia que as mulheres deveriam ter um papel mais ativo na esfera pública. Aos 15 anos, iniciou sua carreira jornalística escrevendo para o Brás Jornal, na capital paulista, tendo posteriormente colaborado também com os jornais Diário de Notícias, Correio da Manhã, Vanguarda Socialista, Diário de S.Paulo e A Tribuna, entre outros. Em seus textos, Patrícia Galvão criticava os valores conservadores da sociedade, defendendo, sobretudo, a emancipação das mulheres. Patrícia Galvão é também considerada a primeira presa política brasileira, após participar de uma greve de estivadores em 1931, quando era militante do Partido Comunista (PCB) ao lado do escritor modernista Oswald de Andrade, com quem era casada na época. Apesar de sua morte precoce, aos 52 anos, em decorrência de um câncer, Pagu deixa um legado histórico para a luta feminista no Brasil e no mundo.
Nossas Pesquisas de Opinião

Nossas Pesquisas de opinião

Ver todas
Veja mais pesquisas

PUBLICAÇÕES

IPG_Paulinas_Livro_Violencia_Domestica

Violência doméstica e familiar contra a mulher – Um problema de toda a socie...

REALIZAÇÃO: Instituto Patrícia Galvão
APOIO: Paulinas
Livro_Feminicidio_capa-206×300

Feminicídio #InvisibilidadeMata

REALIZAÇÃO: Instituto Patrícia Galvão
APOIO: Fundação Rosa Luxemburgo
2014_Trabalho remunerado e trabalho doméstico no cotidiano das mulheres-1

Trabalho Remunerado e Trabalho Doméstico no Cotidiano das Mulheres

REALIZAÇÃO: Instituto Patrícia Galvão e SOS Corpo
APOIO: ONU Mulheres
Comunicação e mídia para profi ssionais de saúde que atuam n

Comunicação e Mídia para Profissionais de Saúde

REALIZAÇÃO: Instituto Patrícia Galvão
APOIO: UNFPA – Fundo de População das Nações Unidas
Assassinato de Mulheres em Pernambuco

Assassinato de Mulheres em Pernambuco

REALIZAÇÃO: Instituto Patrícia Galvão
APOIO: Fundação Ford

Apoie o Instituto

Doações diretas

Instituto Patrícia Galvão – Comunicação e Mídia

CNPJ 05.408.004.0001/27 Banco Itaú (341) Agência 0190 Conta corrente 42.051-3

Parcerias

Para financiar projetos, propor parcerias ou contratar a consultoria do Instituto Patrícia Galvão, escreva para:

[email protected]

Você também pode colaborar compartilhando nossos conteúdos

Acompanhe nossas redes sociais, cadastre-se para receber nosso boletim por e-mail e compartilhe conteúdos feministas e notícias sobre os direitos das mulheres: