O apagamento histórico é uma violência política de gênero, por Ivy Farias

Compartilhar:
image_pdfPDF

Bertha Lutz: voz de quem deu voz às mulheres não é ouvida

(Folha de S. Paulo| 02/03/2021| por Ivy Farias)

No último dia 24 de fevereiro, as mulheres feministas celebraram em suas redes sociais a marca dos 89 anos da conquista do voto feminino. O então presidente Getúlio Vargas assinou o decreto que possibilitou um grande avanço democrático e da igualdade de gênero no país. Entretanto, ainda que seja possível recordar a data, a grande protagonista dessa história foi esquecida ao longo dos anos. E, em 2021, não é diferente: Bertha Lutz (1894-1976) foi a líder do movimento sufragista e grande responsável pela conquista.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

 

Compartilhar: