Confira repercussão na mídia sobre a Pesquisa Instituto Patrícia Galvão/Locomotiva “Percepções e comportamentos sobre violência sexual no Brasil”

16/12/2016 - 11:23 -
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

A pesquisa lançada nesta segunda-feira, dia 12, que traz dados sobre a percepção de mulheres e homens brasileiros sobre violência sexual, assédio e segurança pública, teve alguns pontos destacados pela mídia.

Confira abaixo:

51% da população considera violência sexual somente sexo sem consentimento (TVT, 16/12/2016)

Violência sexual atinge mais de 30 milhões de mulheres (Portal Brasil, 16/12/2016)

Pesquisa estima que 30 milhões de brasileiras já foram vítimas de algum tipo de violência sexual (SPM, 16/12/2016)

Pesquisa revela que quatro em cada dez homens afirmam que a violência sexual acontece por culpa de mulheres (TV Brasil, 16/12/2016)

Cerca de 70% acreditam que impunidade perpetua violência sexual no Brasil (Agência Brasil, 13/12/2016)

Estudo aponta que 39% das brasileiras já foram submetidas a alguma violência sexual (Brasil de Fato, 13/12/2016)

Pesquisa mostra aumento do repúdio à violência contra mulheres (EBC Rádios, 13/12/2016)

Cerca de 30 milhões de brasileiras já foram vítimas de violência sexual (Último Segundo, 13/12/2016)

Cerca de 70% dizem que impunidade perpetua violência sexual (Terra, 13/12/2016)

Brasil selvagem: 30 milhões de mulheres sofreram violência sexual (Revista Claudia, 12/12/2016)

Pesquisa: 67% dos brasileiros acham que violência sexual acontece porque homem não controla impulsos (O Estado de S. Paulo, 12/12/2016)

Para 54% dos brasileiros, mulher que denuncia violência sexual não é levada a sério (Folha de S.Paulo, 12/12/2016)

Pesquisa: Mulher que denuncia violência sexual não é levada a sério (Notícias Ao Minuto, 12/12/2016)

Uma em cada três brasileiras já foi vítima de violência sexual (R7, 12/12/2016)

Palavra da mulher abusada sexualmente não é levada a sério por 54% dos brasileiros (R7, 12/12/2016)