SPM divulga dados de 11 anos da Lei Maria da Penha

22/08/2017 - 14:09 -
Print Friendly, PDF & Email
Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

A Lei Maria da Penha (11.340/06) completa 11 anos em agosto. Ela é um marco histórico na defesa dos direitos das mulheres brasileiras. Segundo a Organização das Nações Unidas, a Lei é a terceira melhor e mais avançada no mundo em relação ao enfrentamento a violência doméstica e familiar contra as mulheres.

(SPM, 22/08/2017 – acesse no site de origem)

Nessa primeira década a legislação tornou-se conhecida. Pesquisas indicam que 98% da população brasileira já ouviu falar na Lei Maria da Penha e 70% consideram que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, mais de 212 mil novos processos registrando casos de violência doméstica e familiar foram abertos em 2016. E mais de 280 mil medidas protetivas foram proferidas para proteger as mulheres em situação de violência.

E para celebrar o aniversário da Lei, e ao mesmo tempo alertar para a importância da prevenção e do combate, a Secretaria de Políticas para as Mullheres (SPM/SEGOV) lança a campanha #AgostoLilás #MariadaPenha11anos, com peças e vídeos para internet que serão disponibilizados nas redes sociais da SPM entre os dias 07 e 31 de agosto. O objetivo é tornar conhecida a Lei, mostrar ações de prevenção e repressão que constam no texto.

Em agosto, a SPM irá promover uma série de eventos em torno do tema, entre eles, a inauguração da Casa da Mulher Brasileira, em São Luís (MA), o lançamento da Rede Brasil Mulher e o encontro com a Rede Nacional de Enfrentamento à Mulher Vítima de Violência.

DADOS

– O Ligue 180 recebeu mais de 560 mil ligações no 1º semestre de 2017.

– O Ligue 180 atendeu em 2016 1.133.345 pessoas.

– Balanço do Ligue 180 no 1º Semestre de 2016

– Balanço do Ligue 180 dos anos anteriores

– Em 2016, 82.725 mulheres foram atendidas nas três Casas da Mulher Brasileira, uma média de 2,2 mil por mês em cada casa.

– Na capital de Mato Grosso do Sul, de fevereiro de 2015 – data da inauguração, a novembro de 2016 foram atendidas 110.426 atendimentos.

Justiça

– Segundo o CNJ, 212.501 novos processos de violência doméstica foram abertos em 2016.

– Em 2016, foram concedidas 285.576 medidas protetivas.

– No Brasil existem 114 varas ou juizados especiais de violência doméstica e familiar.

– 369 Delegacias Especializadas de Atendimento às Mulheres e 131 núcleos, postos ou seções de atendimentos a mulher.

Violência

– A cada dia cerca de 13 mulheres são assassinadas no Brasil.

– Segundo o Mapa da Violência 2015, dos 4.762 assassinatos de mulheres registrados em 2013 no Brasil, 50,3% foram cometidos por familiares, sendo que em 33,2% destes casos, o crime foi praticado pelo parceiro ou ex.

– 3 em cada 5 mulheres jovens já sofreram violência em relacionamentos, aponta pesquisa realizada pelo Instituto Avon em parceria com o Data Popular (nov/2014).

– 98% da população brasileira já ouviu falar na Lei Maria da Penha e 70% consideram que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos no Brasil.

Acesse as peças da campanha #AgostoLilás

Andreia Araujo de Oliveira