A saúde da mulher em tempos de pandemia

Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Tempo| 12/03/2021 | Por Henrique Lima Couto)

Nunca se falou tanto em saúde – e na falta dela – como nos últimos tempos. E não é para menos, num piscar de olhos a pandemia do novo coronavírus tomou conta do planeta, deixando nítida a sensação de que ‘tudo o que é solido se desmancha no ar’. Mas que lição podemos tirar de tudo isso? São muitas as lições, mas a maior delas passa pela importância de cuidar da própria saúde, para que não nos falte tempo para cuidar dela sob pena de precisarmos arranjar tempo para cuidar da doença.

Isso implica, obrigatoriamente, em investir na prevenção. E se prevenir segue sendo o melhor remédio, é oportuno para falar sobre os cuidados com a saúde da mulher, com especial atenção para a necessidade da realização de exames que possibilitam a detecção do câncer de mama, ainda em estágio inicial.

A pandemia afastou muitas pacientes dos consultórios e fez com que alguns exames fossem adiados. Por um lado, a prevenção relacionada ao coronavírus. Por outro, exames e consultas de rotina, que também significam prevenção, colocados em segundo plano. Mas até que ponto os cuidados médicos rotineiros podem ser deixados de lado diante de uma pandemia? Na realidade, não podem. Saúde debilitada é porta de entrada para muitos outros problemas, dentre eles, o agravamento da Covid-19.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: