Campanha #ElasNoPoder incentiva candidaturas de mulheres em 2022 – Até 01/04

333
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Até 1 de abril, a ONG #ElasnoPoder promove a campanha Indique uma Mulher convidando a sociedade a observar e indicar mulheres para ocuparem posições de liderança, especialmente nas eleições de 2022. A ação incentiva maior conscientização e encorajamento para que mais candidatas busquem um lugar na política, superando um dos grandes entraves para a entrada delas nesses espaços, a falta de estímulo social.  Indique uma Mulher aqui.

A mobilização, que vai até o prazo final de filiação partidária, tem como objetivo alcançar mulheres em todos os estados do Brasil, tanto as que nunca cogitaram (ou não cogitam no momento) se candidatar, quanto as que já pretendem concorrer a um cargo público. Elas receberão uma carta da ONG, informando que foram indicadas pela sociedade para assumirem posições de liderança na política.

Após a indicação, as futuras candidatas contarão com apoio da ONG para sua formação política e no desenvolvimento de estratégias de campanha, com acesso a uma comunidade virtual, onde poderão entrar em contato com indicadas de outras regiões do País, participar de encontros virtuais com mulheres já eleitas, além de contar com treinamentos e mentorias online.

Mesmo com a existência das cotas de 30% de candidaturas e do fundo partidário, a falta de apoio dos partidos e da sociedade ainda são uma das grandes barreiras para a entrada de mulheres na política, como a falta de apoio dos próprios partidos e da sociedade. Nas eleições de 2018, elas ocuparam apenas 16% dos cargos, apesar de somarem 52% da população geral.

Além da questão da representatividade, diversos estudos já mostraram os impactos positivos de se ter mais mulheres eleitas na política, como a redução dos índices de corrupção, a diminuição da mortalidade infantil e melhores resultados no combate à pandemia do coronavírus.

Compartilhar: