A Cor do Aborto e o Genocídio das Mulheres Negras no Brasil – São Paulo, 21/07/2018

988
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

No Julho das Pretas e em um período de luta histórico pela legalização do aborto na América Latina, a Articulação Nacional de Negras Jovens Feministas no Estado de São Paulo convida toda a juventude negra para ser protagonista desse debate.

(Geledés, 15/07/2018 – acesse no site de origem)

Em agosto, o STF irá sediar uma audiência publica para discutir a ADPF 442 (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 442), que trata sobre a descriminalização do aborto no Brasil. E, sabendo que mulheres e jovens negras são as que mais morrem e são encarceradas devido a criminalização, precisamos traçar nossas estratégias para desmantelar mais essa ferramenta genocida do Estado, que serão debatidas na nossa roda de conversa.

Nossa roda de conversa vai acontecer no dia 21/07 às 17 horas, no nosso quilombo urbano Aparelha Luzia.

As negras jovens exigem: educação para decidir, anticoncepcionais para não abortar, humanizar a maternidade das mulheres negras e aborto legal e seguro para não morrer!

Informações:
Sábado, 21 de julho às 17:00 – 20:00
Local: Aparelha Luzia

Acesse mais informações na página do evento

#PeloBemViver!
#JulhodasPretas
#épelavidadasmulheresnegras
#mesdamulhernegralatinocaribenha

Compartilhar: