ANTRA lança dossiê sobre violência e assassinato de pessoas trans em 2020

Compartilhar:
image_pdfPDF

Com um olhar atento a questões transversais que envolvem o cenário de violência transfóbica no país, nesta sexta-feira, 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA) lança pesquisa anual sobre assassinatos e violência contra pessoas trans brasileiras em 2020.

Segundo Bruna Benevides, nesta quarta edição “apresentaremos um panorama ampliado sobre os impactos das transfobias no cenário em que vemos um retrocesso nas políticas de gênero e de direitos humanos, falta de ações pró LGBTI e ataques de membros do governo contra pessoas LGBTI+, inclusive na esfera internacional. Os dados produzidos em parceria com o IBTE representam um marco na luta antitransfobia, em especial a letal, no país e no mundo, tendo sido traduzido e acessado em mais de 30 países. Iremos levantar a discussão sobre a responsabilidade das pessoas cisgenêras nessa violência, além da urgência de serem traçadas políticas emergências a fim de enfrentar os altos índices de assassinato que colocou o Brasil no topo do ranking de assassinato de pessoas trans novamente em 2020 pelo 13º ano consecutivo”.

(Acesse neste link o dossiê completo)

Para marcar o lançamento da pesquisa, o quadro “Sextou com Sara”, do programa Giro das 11, da TV 247, receberá Symmy Larrat (ABGLBT), Keila Simpsom (presidenta da ANTRA), Bruna Benevides (secretária de Articulação Política da ANTRA), responsável pelo relatório, Sayonara Nogueira (IBTE) e a própria Sara York.

Acompanhe a transmissão pelo canal da TV 247 no Youtube, no dia 29/01, às 12h15:

Compartilhar: