Brasil é eleito para a Junta Executiva da ONU Mulheres

572
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 10/05/2016) País passa a compor grupo a partir de 2017-2019 após vitória em eleição no Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC)

O Brasil foi eleito para a Junta Executiva da ONU Mulheres para o período 2017-2019. A seleção ocorreu no âmbito do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), em abril.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores destacou: “o compromisso do Brasil com a proteção e promoção dos direitos de todas as mulheres e meninas, também reforçado pela presidência brasileira na Comissão sobre a Situação das Mulheres. A plena igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres são prioridades do Governo brasileiro, indispensáveis para que a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável seja implementada em sua integralidade”. No documento, o ministério reconhece o protagonismo da ONU Mulheres “na promoção dos direitos humanos de mulheres e meninas, em toda a sua diversidade”.

Para a representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, “o país tem colaborado com a comunidade internacional para a ampliação de mecanismos de garantia de direitos e estabelecido alianças estratégicas, a exemplo do que observamos com a Cooperação Sul-Sul”.

Gasman frisa, ainda, que o “o Brasil tem atuado de maneira altamente influenciadora na defesa dos direitos das mulheres. Um protagonismo que se coloca na contramão da tendência global de conservadorismo e retração dos direitos das mulheres e meninas”.

Acesse no site de origem: Brasil é eleito para a Junta Executiva da ONU Mulheres (ONU Mulheres, 10/05/2016)

Compartilhar: