Cresce estupro virtual, em que vítimas são ameaçadas com divulgação de imagens íntimas

45
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Fantástico mostra história de mulheres que, para não ter fotos e vídeos compartilhados na internet, viraram reféns.

(Globo.com, 02/12/2018 – acesse no site de origem)

Começa com uma solicitação de amizade, que logo vira paquera. A vítima envia a primeira foto íntima, o primeiro nude, morde a isca. O suposto namorado passa a chantageá-la, ameaçando compartilhar a foto.

Clique aqui para assistir ao vídeo da reportagem no portal Globo.com

Este caso aconteceu com uma adolescente em Brasília, que ficou refém de um homem que usava perfil falso no Facebook. Ele passou a pedir diariamente fotos e vídeos dela em situações humilhantes.

Segundo site de ajuda a vítimas de crimes de internet, 332 pessoas procuraram ajuda este ano por causa de compartilhamento não-consensual de imagens íntimas: 252 mulheres e 80 homens. Esta semana, no rio, foram presos três suspeitos de estupro virtual.

Compartilhar: