20/03/2012 – Distribuição de camisinha feminina no SUS está parada

8247
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) Compromisso de campanha da presidente Dilma Rousseff, a distribuição de camisinha feminina no SUS está parada há mais de um ano. Governo afirma que receberá lote com 20 milhões de unidades em abril 

A interrupção ocorreu após gradativa queda. Em 2008, 3 milhões de unidades foram entregues. Em 2009, foram 2 milhões e, em 2010, 379 mil. Em 2011, nenhuma.

A ampliação na oferta do preservativo feminino foi um dos compromissos da então candidata Dilma com os grupos que trabalham com prevenção das DST/Aids. Hoje, a cada três casos de Aids no Brasil, um é feminino.

O Ministério da Saúde alega ter enfrentado dificuldades para negociar o preço das camisinhas, mas diz que já comprou 20 milhões de unidades. Há no país só um representante do fabricante mundial do produto, que vendia cada unidade a R$ 7 (contra R$ 0,60 do preservativo masculino).

Segundo as ONGs que desenvolvem projetos em DST-Aids, a camisinha feminina tem grande demanda entre as mulheres soropositivas (ou que têm parceiros soropositivos) e profissionais do sexo.

“O que chega ao SUS é consumido, mesmo sem campanhas de divulgação”, afirma Maria de Lourdes Rodrigues, da Liga Brasileira de Lésbicas e que integra o Conselho Nacional de Saúde.

Ela diz que o desabastecimento está comprometendo a saúde de mulheres em situações de vulnerabilidade. “Muitas não conseguem negociar com os parceiros o uso do preservativo masculino.” A camisinha feminina está aprovada no país desde 1997.

camisenha_feminina_uso
OUTRO LADO

Dirceu Greco, diretor do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do ministério, diz que os 20 milhões de preservativos femininos devem chegar ao Brasil no próximo mês. Cada unidade custou US$ 0,70 (R$ 1,26).

A negociação para a redução do preço das camisinhas envolveu organizações internacionais, entre elas a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde).

Leia em PDF: Distribuição de camisinha feminina no SUS está parada (Folha de S.Paulo – 20/03/2012)

Leia também: SUS começa a distribuir em maio 20 milhões de preservativos femininos (Agência Brasil – 20/03/2012)

Compartilhar: