Câmara aprova garantia de acompanhamento e orientação à amamentação

Compartilhar:
image_pdfPDF

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (8), o Projeto de Lei 3170/15, do deputado Diego Garcia (PHS-PR), que garante o direito a acompanhamento e orientação à mãe com relação à amamentação. A matéria irá ao Senado.

(Agência Câmara, 08/03/2017 – acesse no site de origem)

O texto aprovado é uma emenda substitutiva apresentada pela deputada Rosangela Gomes (PRB-RJ), em nome da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

“A iniciativa é importante principalmente para as mulheres que são mãe pela primeira vez”, disse a relatora.

Leia também: Plenário aprova projeto que institui agosto como Mês do Aleitamento Materno

Técnica adequada

Segundo o texto, os hospitais e demais estabelecimentos de atenção à saúde de gestantes, públicos e particulares, serão obrigados a acompanhar a prática do processo de amamentação, por meio do corpo técnico já existente, e a prestar orientações à mãe quanto à técnica adequada enquanto ela permanecer na unidade hospitalar.

O projeto muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), no qual estão listadas obrigações dos hospitais e maternidades em relação aos direitos do recém-nascido e da mãe.

“É importante que as famílias saibam que a amamentação realizada de forma adequada, em uma boa posição, não provoca dores, o leite é secretado em quantidade adequada e o bebê engole sem dificuldades. Pequenos ajustes podem significar ganhos enormes em termos de saúde”, ressaltou o autor.

Íntegra da proposta:
PL-3170/2015

Compartilhar: