Católicas nicaraguenses aproveitam a Copa para cobrar direitos sexuais

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rede CDD/LA, 20/06/2014) A Rede Latinoamericana de Católicas pelo Direito de Decidir está divulgando uma criativa campanha das feministas católicas nicaraguenses em defesa dos direitos sexuais e reprodutivos, aproveitando o mote da Copa do Mundo de futebol.

A campanha pede a legalização do aborto terapêutico (quando há risco de morte para a mulher) na Nicarágua – país pioneiro na legalização da prática na América Latina, ainda no século 19, mas que criminalizou este direito em 2006. As feministas católicas também pedem a reinclusão deste critério de interrupção de gestações na legislação de El Salvador, República Dominicana, Haiti, Honduras e Chile.

Também são reivindicados os direitos das mulheres à saúde, à liberdade religiosa e de consciência, à integridade e preservação frente a tratamentos desumanos e cruéis, à vida sem violência, de decisão sobre os próprios corpos, à dignidade, liberdade individual e à informação.

Confira abaixo o cartaz da campanha.

nicaragua_direitossexuais

 

Compartilhar: