Covid já matou sete grávidas e 12 mulheres em fase pós-parte em São Paulo

Compartilhar:
image_pdfPDF

Apesar da recomendação de quarentena para gestantes, médicos alertam que evitar a realização de exames pré-natais pode ser mais arriscado do que uma eventual exposição ao vírus

(Época | 17/06/2020 | Por Henrique Gomes Batista)

A pandemia do novo coronavírus já causou a morte de sete gestantes e 12 puérperas (mulheres em fase pós-parto que se estende, em média, entre 45 e 60 dias) no Estado de São Paulo.

De acordo com Adriana Dias, responsável pelo Grupo de Enfrentamento à Morte Materna e Infantil da Coordenadoria de Controle de  Doenças da Secretaria Estadual de Saúde, isso representa 6,9% das 274 grávidas e mulheres que tiveram seus filhos recentemente e que desenvolveram Covid-19 no estado. Estes números reforçam a necessidade de medidas para evitar que futuras mães contraiam a doença.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: