Zika pode ter atingido 10 mil pessoas no estado

304
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Diário de Pernambuco, 29/06/2016) Pernambuco confirmou neste ano 120 casos de zika vírus. Na última semana, foram adicionadas às estatísticas 97 novas confirmações, referentes a casos notificados até meados de maio. A suspeita é de que a doença tenha acometido 10,4 mil pessoas em 2016, em 147 cidades do estado, ou seja, oito em cada 10 delas. Ao todo, o estado contabiliza 132 mil notificações de arboviroses. A dengue tem o maior percentual dentre os três vírus que circulam localmente.
As notificações obrigatórias de zika vírus começaram a ocorrer em 10 de dezembro de 2015. Até o fim do ano passado, tinham sido notificados 1.386 pacientes com suspeita da infecção pelo zika, o que dava uma média de 66 notificações por dia. Neste ano, são 60,2 casos por dia registrados para análise.
“O aumento nas confirmações, na verdade, ocorre pelo fluxo laboratorial. Há casos pendentes no processamento e outros na liberação dos resultados. Foram feitos mais exames e liberados mais resultados”, afirmou o diretor-geral de Controle de Doenças e Agravos da Secretaria de Saúde de Pernambuco, George Dimech. Segundo ele, quando comparado o crescimento das notificações entre uma semana e outra, ele é considerado baixo. Houve uma incremento de apenas 10 notificações de zika.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, houve uma redução nas notificações de dengue. Do dia 3 de janeiro a 25 de junho, foram notificados 83 mil pessoas com o vírus. No mesmo tempo, em 2015, eram 103 mil, o que significa uma redução de 19,4% entre os dois espaços temporais. A chikungunya notificou nesse mesmo tempo 39 mil casos, dos quais 10 mil estão confirmados.
Esses números, porém, podem não refletir a realidade. Esse é um período do ano em que, historicamente, há uma baixa em registros de arboviroses. Há também um espaço entre a ocorrência, a notificação e a inclusão no sistema pelos municípios. “Estamos dando um tempo de oito a 10 semanas para considerar o dado efetivo, por causa dessas dificuldades. Só então teremos a magnitude da redução”, acrescentou Dimech.

Pernambuco tem até agora 265 notificações de óbitos por arboviroses, dos quais 22 estão confirmados para chikungunya e seis para dengue. Semanalmente, equipes técnicas estão se reunindo para investigá-los. Já houve reuniões com entidades de saúde da Colômbia. As evidências até então mostram que a maioria deles aconteceu por associação com comorbidades, mas também há casos de ação direta do vírus e outros de interação com medicamentos.

Acesse o site de origem: Zika pode ter atingido 10 mil pessoas no estado (Diário de Pernambuco, 29/06/2016) 

Compartilhar: