Em Angola, mulheres portadoras do HIV continuam a ser descriminadas

800
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rádio Luanda) A mulher portadora do VIH-SIDA, em Angola, continua a ser vítima de descriminação tanto no seio familiar, como nos locais de trabalho, noticiou a Rádio Luanda.
A denúncia é da Ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, que afirmou que, para inverter o quadro, o seu pelouro está a fazer um levantamento, sobre os casos de descriminação e estigmatização à mulher.

“Muitas delas têm vergonha de assumir, outras são vítimas de estigma a partir da própria família, há jovens que são abandonadas do seu núcleo familiar e outras não são admitidas em algumas empresas para não transmitirem o VIH-SIDA às outras pessoas”, referiu.

A governante fez saber que, o Ministério da família está a fazer um levantamento, e a tentar recuperar estas mulheres no sentido de enquadra-las no trabalho socialmente útil.

Acesse o PDF: Mulheres portadoras do HIV continuam a ser descriminadas (Rádio Luanda – 17/03/2014)

Acesse o site de origem

Compartilhar: