24/09/2010 – Dilma não sabe se devem ser ampliados os casos de aborto previstos em lei (Globo)

448
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Globo) No debate dos presidenciáveis promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), Marina Silva (PV) foi questionada sobre seu posicionamento quanto ao aborto.

Marina se disse contrária ao aborto, e novamente afirmou achar pertinente realizar um plebiscito sobre a questão. Dilma Rousseff (PT) comentou a resposta de Marina, também se colocando contrária, mas alertou que considera o tema uma questão de saúde pública e lembrou que diversas mulheres “recorrem a métodos bárbaros” para realizar o aborto.

Dilma afirmou não saber se deveriam ser ampliados os casos já previstos em lei para a realização do aborto.

As duas candidatas mencionaram “defender a vida”, termo utilizado pela Igreja Católica. “Eu defendo a vida como princípio, independentemente de minha candidatura”, disse Marina, que afirmou ser contra a satanização de quem é contra ou a favor da legalização do aborto.

Leia matéria na íntegra: Dilma diz que pessoalmente não é favorável ao aborto, mas Marina é que é aplaudida (O Globo – 24/09/2010)

Compartilhar: