26/08/09 – Fundo do governo financia marcha antiaborto

Compartilhar:
image_pdfPDF

Segundo apurou a repórter Larissa Guimarães, da sucursal da Folha em Brasília, a manifestação antiaborto foi financiada com dinheiro público. A 3ª Marcha Nacional da Cidadania Pela Vida recebeu R$ 143 mil do Fundo Nacional da Cultura, um fundo público do Ministério da Cultura para financiar projetos e ações culturais.

Procurada pela reportagem, Beatriz Galli, assessora de direitos humanos do Ipas, ONG que defende os direitos reprodutivos da mulher, criticou o uso de verba pública para financiar um evento que tem fins religiosos, lembrando que o Brasil é um país laico.

De acordo com o Ministério da Cultura, o projeto que garantiu recursos para a marcha não mencionava o termo aborto.

A reportagem informa que o projeto Cultura, Cidadania e Vida, que garantiu os recursos para a marcha, foi apresentado pela ONG Estação da Luz (CE) e beneficiado por emenda parlamentar do deputado espírita Luiz Bassuma (PT-BA), que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Contra o Aborto. Um dos articuladores da marcha é o Movimento Nacional da Cidadania Pela Vida – Brasil sem Aborto e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) é uma das entidades que divulga o evento.

Embora o padre Luiz Antônio Bento declare que a marcha irá focar na “beleza da vida e não só na questão do aborto”, uma das questões que estarão em evidência será o julgamento do Supremo Tribunal Federal sobre a possibilidade de gestantes com fetos anencéfalos poderem interromper a gravidez.

Acesse a matéria em pdf (Folha de São Paulo – 26/08/09).

Indicação de fontes:

Margareth Arilha
Comissão de Cidadania e Reprodução
Tel.:                (11) 5575-7372        [email protected]
Sobre: direitos reprodutivos

Maria José Rosado Nunes – socióloga
PUC-SP e Católicas pelo Direito de Decidir – Brasil
Tel.:                (11) 3541-3476        [email protected]
Sobre: aspectos filosófico, moral e religioso; pensamento católico

Roseli Fischmann – educadora
Faculdade de Educação da USP
Tels.:                (11) 3815-0232        (USP) –  [email protected]
Sobre: Estado laico; ensino religioso

Télia Negrão – Secretária Executiva da Rede Feminista de Saúde
  [email protected]
Sobre: direitos sexuais e direitos reprodutivos

Compartilhar: