TIRA: livro-reportagem em quadrinhos sobre aborto inseguro ganha Prêmio Vladimir Herzog

Compartilhar:
image_pdfPDF

O livro-reportagem em quadrinhos TIRA, que conta as histórias reais de três mulheres pernambucanas que realizaram abortos clandestinos no país, foi premiado na categoria Arte na 41ª edição do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. 

(Agência Patrícia Galvão, 16/10/2019)

Produzido pelos jornalistas Nathallia Fonseca e Eduardo Nascimento, com ilustrações da artista visual Berta V., o livro Tira foi financiado pelo edital “Jornalismo Investigativo em Direitos Humanos, Aborto e Saúde Pública”, do Instituto Patrícia Galvão em parceria com a Global Health Strategies e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.

A humanização foi o caminho escolhido pelos autores que trouxeram personagens de diferentes idades e classes econômicas, com suas cicatrizes e impressões de maneira não-linear. São mulheres cujas histórias se confundem na dor e na violência sofrida em todas as etapas do procedimento – desde o parceiro que não lhes oferece auxílio ao médico que as assedia. O título faz alusão ao formato em quadrinhos e ao verbo “tirar”, utilizado como sinônimo de abortar na região Nordeste.

Clique aqui para fazer acessar o pdf da HQ na íntegra

Sobre o Prêmio

Em 2019 o Prêmio Herzog recebeu 692 trabalhos enviados por jornalistas, artistas e repórteres fotográficos de todo o país nas categorias Arte (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), Fotografia, Produção jornalística em texto, Produção jornalística em vídeo, Produção jornalística em áudio e Produção jornalística em multimídia.

Esta é a primeira vez que uma reportagem sobre o tema do aborto é contemplada pelo Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Em 2008 as jornalistas Patrícia Zaidan e Alessandra Roscoe, da revista Cláudia, receberam menção honrosa com a reportagem “O mapa do aborto” e, em 2010, Eduardo Faustini e equipe, com reportagem exibida no programa Fantástico, da TV Globo.

A cerimônia de premiação acontece em 24 de outubro (quinta-feira) às 20h, no Tucarena, em São Paulo. À tarde (das 14h às 18h), no mesmo local, haverá uma Roda de Conversa entre os jornalistas premiados para a troca de experiências acerca do planejamento e execução das matérias vencedoras, em evento aberto à participação do público.

Saiba mais e conheça todos os premiados da 41ª edição do Prêmio Validmir Herzog

 

Compartilhar: