Luiza Batista concede entrevista à Gênero e Número sobre a situação das trabalhadoras domésticas na pandemia

Compartilhar:
image_pdfPDF

A presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD), Luiza Batista, concedeu uma entrevista à Gênero e Mundo sobre o desrespeito às trabalhadoras domésticas e suas famílias durante a crise da saúde, devido à covid-19. Além do caso de Mirtes Renata e a morte de seu filho Miguel, em Recife

Confira a entrevista realizada por Giulliana Bianconi:

Pergunta- Na pesquisa “Sem parar: o trabalho e a vida das mulheres na pandemia” a maior parte das mulheres que declaram se sentir em risco quanto à sustentação da casa são mulheres negras; entre as mulheres trabalhadoras domésticas, que também são maioria negra, como esse risco tem sido relatado no Sindicato das Domésticas de Pernambuco e na Fenatrad?

Acesse a entrevista completa no site de origem.

Compartilhar: