Mãe reúne voluntárias para cuidar dos filhos de candidatas nos dias de Enem

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo, 18/08/2016) São muitas as preocupações de quem vai prestar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Ter um bom desempenho, chegar no horário, terminar a prova, ser aceito na universidade escolhida. Mas, para mulheres com filhos, a lista de problemas aumenta: onde ficarão as crianças durante os dois dias de exame?

Foi pensando nisso que a jornalista Fernanda Vicente, 36, fez uma postagem em seu perfil do Facebook se disponibilizando a cuidar, gratuitamente, dos filhos de mulheres que vão fazer a prova em novembro. Embora a reação das mães tenha sido cautelosa, a ideia agradou a outras mulheres, que rapidamente se interessaram em ajudar.

“Começou a aparecer um monte de mulheres de todos os lugares do Brasil se oferecendo para fazer a mesma coisa em suas cidades”, conta ela, que decidiu criar uma página, Mães no Enem, para reunir as voluntárias.

“Eu sou mãe e sei da dificuldade que é conciliar maternidade e estudo, então eu quero e vou ajudar”, diz Fernanda, que mora na Baixada Santista.

Mãe cria página para reunir voluntárias que vão cuidar dos filhos de candidatas no dia da prova do Enem

Não demorou muito para a iniciativa se espalhar por grupos de mulheres e páginas no Facebook. Foi assim que Ana Bavon, fundadora de uma rede colaborativa de mulheres e consultora jurídica, ficou sabendo do projeto. Preocupada com os detalhes da relação entre mães e voluntárias, se propôs a ajudar criando formulários de inscrição e um termo de responsabilidade.

Para participar, é preciso ter no mínimo 18 anos e preencher uma ficha cadastral, além de enviar uma cópia do RG e de um comprovante de residência. Quando aprovadas, entram para um banco de dados, que também reúne informações das mães inscritas.

O projeto coloca as interessadas em contato, mas a escolha da voluntária e o combinado definitivo fica a cargo das mães. Se tudo correr bem, mãe e voluntária devem assinar um termo de responsabilidade.

“Eu gostei muito do projeto, porque tem mãe que precisa desse apoio e tem gente querendo apoiar. Então, não custa nada fazer o mínimo para que essa relação seja segura”, afirma a consultora.

MAMÃES OU NÃO

Até esta quarta-feira (17), com menos de uma semana de criação da página, a iniciativa já contava com mais de 120 nomes –todos de mulheres– em 13 Estados brasileiros. O objetivo, segundo Fernanda, é ter inscritas em todas as cidades até o dia da prova, marcada para o fim de semana dos dias 5 e 6 de novembro.

Com a estrutura montada, falta agora conquistar a confiança das mães. “A recepção tem sido muito boa, já recebi mensagens de mães que querem participar, mas estão meio ressabiadas, o que é natural. É muito complicado tomar conta do filho de outra pessoa, é uma responsabilidade imensa”, conta Fernanda.

Segundo ela, a ideia é que as voluntárias conheçam pessoalmente mães e crianças antes da data do exame.

Isabel Seta

Acesse o PDF: Mãe reúne voluntárias para cuidar dos filhos de candidatas nos dias de Enem (Folha de S.Paulo, 18/08/2016)

Compartilhar: