Mulheres destacam-se no jornalismo em tempos de crise

185
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Maju Coutinho, Andréia Sadi, Flavia Lima, Aline Midlej, Flávia Oliveira, Gabriela Biló, Poliana Abritta e Vera Magalhães, entre muitas outras, estão à frente da informação em um momento histórico. Levam diariamente à TV, ao rádio, aos jornais, revistas e sites, notícias relevantes sobre saúde, política e economia. Muitas vezes são atacadas por isso. Mas sem jornalismo livre e responsável, não há democracia, e é por isso que nossa capa de julho/agosto homenageia as mulheres #NoFrontDaNotícia durante a pandemia

(Marie Claire/O Globo | 08/07/2020)

A crise brasileira tem contornos agudos e sem precedentes: recordes de mortes decorrentes da Covid-19, aumento do desemprego e ataques virulentos à liberdade de expressão. Em meio a essa tempestade perfeita, assistimos ainda à disseminação criminosa de notícias falsas nas redes sociais. Por esses motivos, o bom jornalismo se tornou ainda mais necessário e urgente no Brasil de 2020. Informações salvam vidas, empregos e a democracia. No comando da cobertura mais sensível das últimas décadas, estão as mulheres jornalistas.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: