22/08/2013 – Movimentos sociais pedem regulação das TVs e rádios

311
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) Os movimentos sociais e sindicais que formam o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação realizam hoje na Câmara dos Deputados, em Brasília, ato em defesa da regulação da atividade de TVs e rádios no país.

Os organizadores querem impulsionar a coleta de assinaturas de apoio ao projeto batizado de “lei da mídia democrática”. O texto se baseia nas teses aprovadas na Confecom (Conferência Nacional de Comunicação) de 2009, que teve como incentivador o então ministro Franklin Martins (Comunicação Social).

Na ocasião, as principais entidades que representam as empresas de comunicação decidiram não participar do evento sob o argumento de que muitas das teses defendidas eram restritivas à liberdade de expressão e à livre associação empresarial.

A proposta do fórum prevê exigências para as rádios e TVs, como cotas para programação nacional e regional, limitações à publicidade (como a de bebidas alcoólicas) e a criação de um Conselho Nacional de Política de Comunicação para zelar pela “pluralidade de ideias e opiniões”.

A Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) disse que não se manifestaria sobre o projeto.

Acesse o PDF: Movimentos sociais pedem regulação das TVs e rádios (Folha de S.Paulo, 22/08/2013)

Compartilhar: