24/09/2013 – Brasileiras não se sentem representadas pela publicidade

1606
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Mundo do Marketing) 60% das mulheres se sentem frustradas quando não se reconhecem nos anúncios. Elas preferem ver personagens de cabelos crespos, com sobrepeso e de classes populares.

Leia também: Jornal da Cultura aborda pesquisa Data Popular/Instituto Patrícia Galvão sobre a representação das mulheres nas propagandas na TV (TV Cultura)
 58% veem mulher retratada como objeto em anúncios de TV, diz estudo (G1)
– As brasileiras não se veem na propaganda da Tv, por Mônica Bergamo (Folha de S.Paulo)

As brasileiras não acham que as propagandas de TV representem a mulher real: 65% delas consideram o padrão de beleza adotado distante da realidade, enquanto outras 60% dizem ficar frustradas ao não se reconhecerem neste padrão. Os números são de uma pesquisa realizada pelo Data Popular em parceria com o Instituto Patrícia Galvão. Na percepção de 80% das entrevistadas, as peças publicitárias retratam majoritariamente jovens, brancas, magras, loiras de cabelos lisos e classe alta.

O levantamento ouviu também a opinião de homens sobre o tema: 56% do total de entrevistados disseram que as propagandas fogem da realidade. Entre as sugestões para aproximar as produções do dia a dia, 51% gostariam de ver negras e 64% querem ver representantes das classes populares. Outros 83% sentem falta de personagens de cabelos crespos e cacheados, enquanto 43% gostariam de ver mulheres acima do peso.

Acesse o PDF: Brasileiras não se sentem representadas pela publicidade (Mundo do Marketing, 24/09/2013)

Compartilhar: