Vanessa Grazziotin lamenta falta de apoio dos partidos às candidaturas femininas

1213
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Senado, 15/07/2014) A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) lamentou que os partidos não tenham atingido o mínimo de 30% candidaturas femininas às eleições deste ano.

Segundo a senadora, foram cadastradas 13.642 candidatos às eleições de outubro, mas apenas 3.955 são mulheres, quase 29% das candidaturas.

Leia mais: Anibal Diniz cobra participação maior das mulheres na política (Jornal do Senado, 16/07/2014)

A senadora lembrou que as estatísticas do TSE ainda não estão fechadas, mas adiantou que dos 118 candidatos a governador, por exemplo, apenas 15 são mulheres. Isso representa apenas 13% das candidaturas.

Vanessa Grazziotin disse que uma das razões que afastam as mulheres da política é a falta de apoio dos partidos. Segundo ela, algumas legendas lançam as chamadas “candidaturas laranjas”, ou seja, incluem nomes de mulheres apenas para preencher a cota, mas não lhes dão recursos nem apoio para que tenham condições de serem eleitas. Para a senadora, isso precisa mudar.

– Se a mulher é chamada a fazer campanha, garantam o tempo de televisão à mulher, garantam o mínimo de recursos do fundo partidário para que as mulheres possam desenvolver suas campanhas mesmo que timidamente. O pior de tudo é apenas usar o nome da mulher, fazer o registro da candidatura de uma mulher que não faz campanha, não porque não queira, mas porque não vê clima, não vê apoio nenhum dentro da sua própria agremiação partidária – disse a senadora.

Acesse no site de origem: Vanessa Grazziotin lamenta falta de apoio dos partidos às candidaturas femininas (Agência Senado, 15/07/2014)

Compartilhar: