‘A mulher se capacita mais, mas se sente menos confiante’, diz fundadora de rede de empreendedorismo feminino

195
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Segundo Ana Fontes, da RME, construções sociais sobre o papel feminino ainda minam a autoestima delas no mundo dos negócios

(Folha de S.Paulo | 19/112020 | Por Cristiane Teixeira)

O Brasil tem mais de 26 milhões de empreendedoras, segundo o levantamento Global Entrepreneurship Monitor, de 2019, que no país é coordenado pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade e pelo Sebrae.

Uma delas é a alagoana Ana Fontes, eleita uma das mulheres mais poderosas do mundo pela revista Forbes Brasil no ano passado. Fundadora da RME (Rede Mulher Empreendedora), Ana usa o poder que conquistou ao longo de seus 54 anos de idade e 13 de empreendedorismo social para ajudar outras brasileiras a dar vida a novos negócios.

Acesse a entrevista na íntegra

Compartilhar: