Dia do empreendedorismo feminino: na crise, é preciso celebrar as mulheres

228
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Mesmo sendo o grupo mais afetado pela pandemia, as empreendedoras brasileiras driblaram a crise com inovação para salvar seus negócios

(Exame | 19/11/2020 | Por Carolina Ingizza)

O mundo comemora nesta quinta-feira, 19, o Dia Global do Empreendedorismo Feminino. A data, criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2014, celebra a mulher empreendedora e o seu impacto na economia. Em um ano como 2020, em que a crise afetou particularmente seus negócios, as empreendedoras precisam mais do que nunca serem celebradas.

Com o isolamento social, as mulheres receberam uma carga de trabalho extra. Dentro de casa, muitas precisaram equilibrar a educação dos filhos, a alimentação da família, a limpeza doméstica e o seu próprio trabalho remunerado ou negócio. Pesquisa feita pela Rede Mulher Empreendedora (RME) mostra que 20% das entrevistadas disseram que a dificuldade de gerir o tempo gasto com o trabalho e com a família se agravou na pandemia, contra 11% dos homens.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Leia também: A mulher se capacita mais, mas se sente menos confiante’, diz fundadora de rede de empreendedorismo feminino (Folha de S.Paulo, 19/11/2020)

Compartilhar: