ONU Mulheres lança programa de empoderamento de meninas por meios dos esportes

914
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 22/10/2015) “Uma Vitória leva à Outra” integra um Memorando de Entendimento entre a ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional pela promoção da igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres através dos esportes

A representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, apresentou no dia 16 de outubro, no Rio de Janeiro, o programa Uma Vitória leva à Outra, um projeto de empoderamento e liderança para meninas por meio dos esportes. O objetivo do programa é acelerar o alcance da igualdade de gênero no Brasil, bem como deixar um legado sustentável para a cidade do Rio de Janeiro pós-Olimpíadas.

Estiveram presentes Eduarda La Rocque, da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Helena Bonomy, secretária municipal de Educação, Helena Piragibe, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, e parceiros do projeto, o Comitê Olímpico Brasileiro, o Instituto Pereira Passos, a ONG Women Win e a Empresa Olímpica Municipal.

ONU Mulheres lança programa de empoderamento de meninas por meios dos esportes/

Iniciativa é resultado de parceria entre a ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional (Foto: Amanda Lemos/ONU Mulheres)

Nesses próximos dois anos, com uma série de oportunidades que advém dos Jogos Escolares da Juventude e das Olimpíadas, a ONU Mulheres vai trazer toda a experiência de um currículo educativo de 9 meses que aborda temas como Saúde e Higiene, Empoderamento, Confiança e Autoestima e Economia e Finanças.

O programa Uma Vitória leva à Outra integra um Memorando de Entendimento entre a ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional pela promoção da igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres através dos esportes.

Para Nadine Gasman, “investir na liderança de jovens mulheres e meninas por meio dos esportes é uma metodologia efetiva para acabar com a desigualdade de gênero e modificar percepções, atitudes e comportamentos que causam e justificam a violência. Quando as meninas praticam esportes, elas têm a oportunidade de desenvolver habilidades para a vida, como confiança e liderança”.

No mundo, o programa formou 1 milhão de meninas no currículo. No Brasil, o programa começa com um piloto para 2.500 meninas de 12 a 14 anos no Rio de Janeiro, em 2016, com apoio do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Olímpico Brasileiro, e deve ser ampliado para outros Estados ao longo do ano.

Para além da formação no currículo, o projeto conectará as comunidades e famílias dessas meninas, para que sejam agentes de prevenção da violência contra mulheres e meninas e promovam a liderança feminina.

Acesse no site de origem: ONU Mulheres lança programa de empoderamento de meninas por meios dos esportes (ONU Mulheres, 22/10/2015)

Compartilhar: