Pandemia faz sete milhões de mulheres deixarem o mercado de trabalho

159
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Número refere-se à segunda quinzena de março, período que marca início da quarentena para conter a propagação do novo coronavírus

São dois milhões a mais que o número de homens na mesma situação. Além da demissão, elas têm mais dificuldades para procurar uma vaga e se manter no mercado. Pelos cálculos do pesquisador Marcos Hecksher, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é primeira vez nos últimos três anos que a maioria das mulheres está fora da força de trabalho (que são os que estão trabalhando ou procurando emprego).

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: