Três dos cinco executivos jurídicos mais admirados no país são mulheres

801
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ConJur, 20/06/2016) Embora 57% dos integrantes de departamentos jurídicos de empresas sejam mulheres, apenas 37% acabam virando diretoras. Isso é o que aponta o anuário Análise Executivos Jurídicos e Financeiros 2016, lançado na última terça-feira (14/6).

Mesmo assim, três dos cinco executivos jurídicos mais admirados do país são mulheres. Josie Jardim, da GE do Brasil, encabeça a lista, seguida por Claudia Politanski, do Itaú Unibanco Holding. Em quarto lugar vem Suzana Fagundes Ribeiro de Oliveira, da ArcelorMittal Brasil.

Maiores departamentos

De acordo com a publicação, o departamento jurídico da Caixa Econômica Federal é, de longe, o maior do Brasil. Com 976 advogados, o setor do banco estatal tem mais que o dobro de profissionais que o segundo colocado, o Itaú Unibanco Holding, que tem 450. Completando o top cinco vêm Banco Bradesco (361 advogados), Banco do Nordeste (240) e Oi (172).

As áreas do Direito com as quais os departamentos mais lidam diretamente são contratos (90%), consultivo (84%) e comercial (76%). Do outro lado, assuntos penais são os mais terceirizados – somente 16% das empresas cuidam de casos criminais. Em seguida, vêm propriedade intelectual (27% de atuação direta) e contencioso (31%).

Acesse no site de origem: Três dos cinco executivos jurídicos mais admirados no país são mulheres (ConJur, 20/06/2016)

Compartilhar: