Viva Maria: Cobertura da mídia sobre as atletas na Olimpíada reforçou sexismo, revela estudo

Compartilhar:
image_pdfPDF

A jornalista Débora Prado da Agência de Notícias Patricia Galvão comenta a cobertura da mídia na Olimpíada do Rio e seu olhar enviesado sobre as nossas atletas.

(Radioagência Nacional, 26/08/2016 – acesse no site de origem)

Hoje, mulheres de todos os cantos estão unidas, a uma só voz, na luta contra a violência que, infelizmente, ainda é uma triste realidade na vida de grande parte das mulheres do mundo.

Vinte e seis de agosto é o Dia Internacional da Igualdade feminina. A data foi instituída para conscientizar a população mundial sobre todas as formas de discriminação sofridas pelas mulheres.

Na certeza de que a violência física é apenas a face mais visível entranhada na cultura da violência contra a mulher porque deixa marcas, Viva Maria gostaria de falar, especificamente, da marca deixada pela cobertura comercial dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A jornalista Débora Prado da Agência de Notícias Patricia Galvão fez uma análise sobre o comportamento da mídia na Olimpíada do Rio e seu olhar enviesado sobre as nossas atletas.

Seja muito bem-vinda!

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Compartilhar: