Patrícia Galvão Podcast: novo episódio aborda avanços trazidos pela Convenção 190 da OIT

239
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Em vigor desde junho de 2021, a Convenção 190, da Organização Internacional do Trabalho, é um instrumento inovador, que amplia o conceito de violência e assédio no trabalho e recomenda uma perspectiva de gênero e transversal na abordagem do problema, ao reconhecer que a violência contra as mulheres traz consequências e prejuízos não apenas às vítimas, mas ao mercado de trabalho, à economia do país e ao bem estar social. 

Para comentar os avanços trazidos pela Convenção 190, o quinto episódio da série Violência e assédio contra as mulheres no trabalho, do Patrícia Galvão Podcast, recebe Carina Bicalho,  desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ).

“A eliminação da violência e do assédio no mundo do trabalho é requisito para a  construção de um mundo mais igualitário, com oportunidade para todas e todos. É  um movimento crucial de realização da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável estabelecido em 2015, por 193 países dentro das Nações Unidas, entre eles o Brasil”, comenta Carina Bicalho. 

Série Violência e assédio contra mulheres no trabalho

O episódio “Convenção 190: desafios e avanços no enfrentamento à violência e ao assédio no trabalho”, do Patrícia Galvão Podcast, está disponível nas principais plataformas digitais de áudio e também no canal da Agência Patrícia Galvão no Youtube. O objetivo desta série é debater os dados da pesquisa “Percepções sobre a violência e o assédio contra as mulheres no trabalho”, realizada pelos institutos Patrícia Galvão e Locomotiva e apoio da Laudes Foundation.

Confira também os episódios:

Saiba mais sobre a pesquisa

A pesquisa Percepções sobre a violência e o assédio contra mulheres no trabalho foi realizada pelo Instituto Patrícia Galvão e Instituto Locomotiva, com apoio da Laudes Foundation, em outubro de 2020. O levantamento online contou com a participação de 1.500 pessoas, entre homens e mulheres maiores de 18 anos de todo o Brasil. Para mais informações, acesse aqui.

Compartilhar: