Botão do pânico e tornozeleira eletrônica devem ter uso ampliado no combate à violência contra a mulher

513
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Senado Notícias – 24/11/2015) O sucesso do uso do botão do pânico e da tornozeleira eletrônica, instrumentos de medidas protetivas no combate às agressões domésticas e familiares, foi atestado em audiência pública promovida nesta terça-feira (24) pela Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher. O próximo passo, segundo as participantes do debate, é a ampliação do serviço para todo o país e a garantia do acompanhamento e cumprimento da Lei Maria da Penha. A implantação do botão do pânico, dispositivo que faz parte de um projeto piloto lançado em 2013 pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo em parceria com a prefeitura de Vitória, representou uma mudança na vida de mulheres ameaçadas por ex-maridos, namorados ou companheiros.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Botão do pânico e tornozeleira eletrônica devem ter uso ampliado no combate à violência contra a mulher (Senado Notícias, 24/11/2015)

Compartilhar: