Campanha do pontinho preto tenta ajudar vítimas de violência, mas as coloca em risco

638
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Bolsa de Mulher, 19/10/2015) No Brasil, de acordo com pesquisa feita pelo Instituto Avon em parceria com o Data Popular, 3 em cada 5 mulheres já sofreram agressões psicológicas ou físicas em seus relacionamentos. Para muitas delas, é difícil quebrar o silêncio e denunciar o agressor. Recentemente circulou pelas redes sociais a campanha “Ponto Preto” ou “Black Dot”, em inglês, que incentiva vítimas de violência doméstica a fazer um ponto preto na palma da mão caso queiram, de forma silenciosa, falar sobre o assunto ou denunciar os agressores. No entanto, semanas depois do lançamento, pessoas criticaram os riscos que ela trazia e a criadora suspendeu sua divulgação.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Campanha do pontinho preto tenta ajudar vítimas de violência, mas as coloca em risco (Bolsa de Mulher – 19/10/2015)

Compartilhar: