Crianças são vítimas de exploração sexual na região do Marajó

763
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Radioagência Nacional, 06/05/2015) A defensora pública Rita Cristina de Oliveira Tomaz enfatizou a importância do debate e citou a Igreja Católica como aliada no combate a esse tipo de crime no Marajó. “O Arquipélago do Marajó tem suas crianças e adolescentes entregues ao abuso sexual e à exploração sexual infantil com o privilégio de uma invisibilidade social que redunda em uma crueldade que é indescritível. A gente pensar no aparelhamento das estruturas federais e instituições federais nessa região tão vulnerável que é o Marajó. Quem sabe assim conseguimos um efetivo tratamento a ser dado para esse problema”.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Crianças são vítimas de exploração sexual na região do Marajó (Radioagência Nacional, 06/05/2015)

Compartilhar: