Norma Técnica de Uniformização: Centros de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – SPM, 2006

2642
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Esses centros articulam os equipamentos e os serviços da rede de atendimento para que as mulheres recebam atenção qualificada e humanizada.

Em geral, as mulheres não conhecem seus direitos e deveres e nem os serviços, equipamentos e procedimentos da rede de atendimento a vítimas de violência. Por isso, os Centros de Referência de Atendimento à Mulher CRAMs) são fundamentais para a prevenção e enfrentamento da violência, ao articular os serviços prestados por órgãos governamentais e não-governamentais que compõem a rede de atendimento e ações multidisciplinares, tais como:

Aconselhamento em momentos de crise
Atendimento psicossocial
Aconselhamento e acompanhamento jurídico
Atividades de prevenção
Qualificação de profissionais
Articulação da rede de atendimento local
Levantamento de dados locais sobre a situação da violência contra a mulher

Considerando a importância dos centros de referência e falta de uniformização dos procedimentos, a SPM (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República) elaborou essa norma técnica, que contribui para garantir a qualidade dos serviços prestados e a confiabilidade de dados e informações que irão servir para monitorar e subsidiar a implementação e reformulação de políticas públicas de atendimento às mulheres.

Acesse essa norma em pdf.

 

Compartilhar: