Educadora critica incitação à violência contra mulher em universidade

713
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Radioagência Nacional, 28/04/2015) No Dia Internacional da Educação, Viva Maria se apressa em repudiar a atitude de um professor da PUC do Rio Grande do Sul, que teve a coragem de dar uma aula de machismo aos alunos do sétimo semestre de direito, na última quarta-feira. Em tom de piada, em plena sala de aula, disse em alto e bom som que “leis são como as mulheres feitas para serem violadas”.

E diante de tamanha incitação explícita ao estupro, ao invés de repúdio, acredite se puder, Maria, esse professor que, tudo indica é especialista em lições de misoginia, acabou de ser alvo de uma manifestação de desagravo de seus alunos. Na sexta-feira passada ele foi aplaudido pela turma!

Na ausência de palavras para traduzir nossa incredulidade e estarrecimento vamos ouvir a educadora Ana Lièse Thurler. pesquisadora da Universidade de Brasília, professora de sociologia das relações sociais de gênero. Como cidadã do Rio Grande do Sul, como explicar tal atitude?

Viva Maria : Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira.

Acesse no site de origem: Educadora critica incitação à violência contra mulher em universidade (Radioagência Nacional, 28/04/2015)

Compartilhar: