Estudantes denunciam humilhação em sindicância sobre estupro na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP

3495
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Brasil Post, 26/03/2015) Depois da CPI dos Trotes da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) concluir que mais de 110 estupros podem ter acontecido na Universidade de São Paulo (USP), os problemas na instituição continuam. Em sua página no Facebook, o DCE (Diretório Central dos Estudantes) da USP publicou uma nota de repúdio contra a postura da direção da faculdade acerca das investigações de um caso de estupro que aconteceu em 7 de julho de 2013, em um alojamento de Pirassununga, no interior paulista. O comunicado, produzido pelo Departamento de Política do Centro Acadêmico da faculdade (CAMRN), afirma haver um ‘desrespeito’ por parte da comissão que apura o crime internamente.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Estudantes denunciam humilhação em sindicância sobre estupro na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP (Brasil Post, 26/03/2015)

Compartilhar: