Delegacias no Rio terão núcleos de atendimento à mulher, diz governo

ARRASTÃO FEMINISTA

Grupo Arrastão Feminista faz passeata pelas ruas da Lapa, no Rio de Janeiro, em defesa dos direitos das mulheres e contra a violência (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

29 de julho, 2022 Por Folha de S.Paulo

Medida foi anunciada para combater feminicídios; atualmente, crimes de gênero são investigados por 14 delegacias específicas no estado

(Mariana Moreira? Folha de S.Paulo) As delegacias de investigação de homicídio da Polícia Civil do Rio de Janeiro terão núcleos especializados de atendimento às mulheres, anunciou nesta quinta-feira (28) a delegada e diretora geral do departamento de proteção à mulher, Gabriela Von Beauvais, no Palácio Guanabara.

Atualmente, registros de ocorrência de crimes específicos contra mulheres são investigados nas 14 Deams (Delegacias de Atendimento à Mulher) em funcionamento em diferentes regiões do estado.

A medida, segundo Von Beauvais, faz parte de um pacote do governo do estado para combater crimes de feminicídio e outros tipos de violência de gênero. De acordo com a delegada, 920 policiais militares já foram capacitados para trabalhar nos núcleos.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Nossas Pesquisas de Opinião

Nossas Pesquisas de opinião

Ver todas
Veja mais pesquisas