Filme “Sentindo na própria pele” chama homens brasileiros para refletir sobre a violência de gênero e a participar do movimento #ElesPorElas

562
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 25/11/2015) À noite, um homem percorre as ruas de uma cidade. Ele é assediado por todos os homens ao longo do trajeto que percorre até uma parada de ônibus. Ao entrar no coletivo, ele volta à identidade de uma mulher. Com este argumento, o filme “Sentindo na própria pele”, Guts and Films e Sallaberry Marketing Feminino, é provocativo e pretende chamar a atenção dos homens brasileiros para a violência que as mulheres vivenciam nas ruas. Busca, ainda, engajá-los no Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade pela Igualdade de Gênero, lançado pela ONU Mulheres em 2014. O filme tem 1m20seg. Foi rodado na cidade de Porto Alegre e só foi possível porque contou com uma rede 100% colaborativa para a sua produção. Cidadãs, cidadãos, profissionais e empresas sensíveis à causa da igualdade de gênero doaram tempo, serviços e produtos para apoiar a realização do projeto.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Filme “Sentindo na própria pele” chama homens brasileiros para refletir sobre a violência de gênero e a participar do movimento #ElesPorElas (ONU Mulheres, 25/11/2015)

Compartilhar: