Justiça torna réus o coronel Pedro Chavarry e as duas irmãs

Compartilhar:
image_pdfPDF

Segundo MP, Thuanne e Izabela Pimenta de Souza ajudaram o PM

Na última sexta-feira, 30 de setembro, a Justiça aceitou denúncia do Ministério Público estadual contra o coronel Pedro Chavarry Duarte, acusado de estupro de uma criança de 2 anos. Ele foi acusado dos crimes de estupro de vulnerável e corrupção ativa. Chavarry foi preso em flagrante, na madrugada do dia 11 de setembro, com a menina em um carro na Rua Barreiros, em Ramos, na Zona Norte do Rio. O coronel ainda teria tentado subornar os policiais que o flagraram com a menina em seu carro.

(O Globo, 03/10/2016 – Acesse em pdf)

Também na sexta-feira, as irmãs Thuanne Pimenta dos Santos e Izabela Pimenta de Souza também viraram rés. Elas foram denunciadas por estupro de vulnerável, por terem colaborado com o crime cometido pelo coronel, e favorecimento pessoal, já que, segundo o MP, tentaram ajudar o PM a livrar-se da prisão em flagrante.

Thuane foi denunciada ainda por adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. Perícia feita pela Polícia Civil encontrou vídeos de pornografia no celular de Thuane.

Compartilhar: